terça-feira, 15 de janeiro de 2008

''Poeira'' que mata

16/04/2001 - Brasil : mineiros

Vítimas da silicose pedem indenização

Mineradora fez acordo com os portadores da doença que ataca trabalhadores de minas, mas valores são contestados


"Na sua pequena casa em Raposos, o aposentado Arilton Assis de Andrade, de 61 anos, também resiste ao acordo judicial. ''''Só fico sentado ou deitado. É triste, porque não posso nem ir à esquina sem me cansar. Só vou ficar tranqüilo quando mostramos para o mundo inteiro o que nos acontece'''', diz. ''''Tem gente que fala que tem jeito da poeira acabar. Quem dera, porque nada paga o que a gente sofre'''', declara o aposentado, exibindo a sacola de remédios necessários no dia-a-dia para diminuir o incômodo da falta de ar e a dor no peito causados pela silicose. Os remédios, até R$ 140, são pagos pela empresa.(©Jornal do Brasil)

"Texto integral em:

http://www.sindicatomercosul.com.br/noticia02.asp?noticia=1162