terça-feira, 28 de julho de 2009

Greve de funcionários afeta produção de ouro da Kinross

8 de Julho de 2009

Greve de funcionários afeta produção de ouro da Kinross

Os funcionários da Compania Minera Mantos de Oro, uma subsidiária da Kinross
no Chile, iniciaram greve na mina de La Coipa, depois que as partes não
conseguiram chegar a um acordo nas negociações coletivas. A greve afeta a
produção de aproximadamente 300 onças equivalentes de ouro por dia da
operação de La Coipa. A companhia está buscando uma solução que seja justa e
aceitável pelos funcionários, para que eles possam voltar ao trabalho de
produção o mais rápido possível.

Fonte:
http://www.marketwire.com/press-release/Kinross-Gold-Corporation-TSX-K-1014775.html
--
Sergio Ulhoa Dani
Tel. 00(XX)49 15-226-453-423
srgdani@gmail.com

23 de Julho de 2009

Funcionário da RPM/Kinross em Paracatu: veja o que acontece no Chile, onde os funcionários da Kinross de lá (Mina da Companhia Mantos de Oro, subsidiária da Kinross em Copiapó, Chile) têm coragem de fazer greve e o Sindicato apóia!

Além de já oferecer abono de férias (55% do salário base) e outras bonificações e gratificações (festas pátrias, natal, continuidade operacional etc.) a companhia fez a seguinte proposta para retorno dos grevistas ao trabalho:

1. Aumento real de salário base sobre o IPC de 2,25%;

2. Aumento de pagamentos fixos mensais, incluindo: (i) um aumento de 25% na bonificação do turno noite (atendendo a uma exigência do Sindicato dos Trabalhadores do Chile); (ii) um adicional mensal de insalubridade; (iii) um aumento de 17% na bonificação de continuidade operacional;

3. Aumento das remunerações variáveis, incluindo aumentos das bonificações por produção e economia de custos;

4. Aumentos de 4% a 9% dos valores concedidos a título de bolsas de estudo aos trabalhadores da mina e seus familiares;

5. Bônus de reintegração ao trabalho.

Retirado do site da empresa:

http://www.mdo.cl/volante%208%20mdo.pdf