quinta-feira, 29 de outubro de 2009

O CIGARRO INVISÍVEL

Equivalente-cigarro marca "KGC" está matando em Paracatu: saiba quantos equivalentes-cigarro a Kinross Gold Corporation (KGC) e os amigos da KGC estão obrigando você a "fumar" todo dia e noite em Paracatu

Por Sergio Ulhoa Dani, de Göttingen, Alemanha, 28 de outubro de 2009

Fumaça de cigarro contém arsênio inorgânico. Um relatório do Departamento de Serviços de Saúde do Estado da Califórnia [1], informa que um fumante respira entre 0,8 e 2,4 microgramas de arsênio inorgânico por maço de cigarro. Isso dá, em média, 1,6 microgramas de arsênio por maço de cigarro. proximadamente 40% desse arsênio é depositado no trato respiratório, onde vai causar câncer.


Os médicos, os cientistas e as autoridades governamentais lá dos
Estados Unidos concordam que o arsênio da fumaça de cigarro faz mal à
saúde humana. Existe arsênio na fumaça de cigarro porque antigamente
os agricultores usaram pesticidas à base de arsênio em suas terras,
contaminando-as para sempre. O fumo produzido nessas terras acaba
absorvendo o arsênio residual, que vai parar no cigarro.

É claro que existem outras substâncias cancerígenas na fumaça de
cigarro. O tal de 3-4 benzopireno talvez seja a mais famosa delas.
Mas, tomando por base apenas o arsênio, vamos calcular quantos
equivalentes-maços de cigarro marca "KGC" a Kinross e os amigos da
Kinross obrigam você a "fumar", como "fumante passivo", todo dia e
noite em Paracatu, através da poeira arsenicosa e dos gases
arsenicosos liberados 24 horas por dia a partir da mina de ouro a céu
aberto e dos rejeitos dessa mina.

Nós já havíamos calculado, com base em dados de 2001-2003 divulgados
pela própria mineradora KGC (ou será uma fabricante de cigarros, e
você ainda não sabia?), que a KGC presenteia cada habitante de
Paracatu, em média, com 183 microgramas de arsênio por dia [2].
Dividindo essa quantidade de arsênio marca "KGC" (183 microgramas)
pela quantidade média de arsênio contida em cada maço de cigarro (1,6
microgramas), temos o número de equivalentes-maços de cigarro marca
"KGC": (183/1,6) = 114,375 equivalentes-maços de
cigarro/habitante/dia. Parece muito? Então vamos arredondar para 114
maços de cigarro somente. Como um maço de cigarro contém 20 cigarros,
a próxima continha nos informa a quantidade total de
equivalentes-cigarros marca "KGC" consumidos diáriamente, em média,
por cada habitante de Paracatu: (114 x 20) = 2280
cigarros-equivalentes.

Resultado da continha macabra: você, habitante de Paracatu, "fumante
passivo" da Kinross, "fuma", em média, 2280 equivalentes-cigarros
arsênio a cada 24 horas. Como o ano tem 365 dias, ao final do ano você
terá "fumado", em média, 832.200 (OITOCENTOS E TRINTA E DOIS MIL E
DUZENTOS EQUIVALENTES-CIGARROS MARCA "KGC"). Esse número deve ter
aumentado com o projeto de expansão III da Kinross (mas eles não
informam quanto de arsênio andam soltando. Eles conseguiram esconder
um milhão de toneladas do mais puro arsênio na farsa do licenciamento
desse projeto de expansão).

O resultado da matemática macabra é Paracatu transformada na maior
"boca de fumo" do mundo.

Siga os conselhos de um amigo:

1 - Pare de fumar cigarros de outras marcas. O da marca "KGC" já
oferece a garantia de um resultado mortal. Sabemos o quanto é difícil
parar de fumar. Mas é preciso ter força de vontade. Economize o
dinheiro do cigarro do boteco da esquina. Acredite: você vai precisar.

2 - Procure seu médico. Peça a ele para acompanhar com carinho o seu
pulmão e o pulmão de cada membro da sua família, principalmente as
crianças fumantes passivas dos equivalentes-cigarros da marca "KGC" -
os mais mortais. Aproveite para checar também o sistema circulatório,
os rins, o fígado, e o pâncreas. Arsênio afeta todos esses órgãos,
causando doenças cardiovasculares (pressão alta, derrame, etc),
câncer, insuficiência renal ("doença dos rins") e diabetes ("açúcar no
sangue"). O arsênio também afeta o cérebro, causando desânimo, retardo
mental e diversas formas de perda da capacidade mental, além de levar
ao comportamento violento. Tudo isso está provado científicamente e
garantido por este amigo que agora lhe escreve e que calha de ser
médico e cientista.

3 - Procure seu advogado. Peça para ele procurar se informar sobre os
milhões que os fabricantes de cigarros andaram pagando às vítimas
fumantes de câncer de pulmão e outros tipos de câncer. Quem sabe, com
boa vontade e um bom advogado, você e cada membro de sua família
também conseguem ser indenizados pelo consumo diário obrigatório dos
equivalentes-cigarros da marca "KGC"? Quem sabe também a KGC será
obrigada a espalhar placas por toda a cidade de Paracatu com aquelas
fotos horríveis de pulmões pretos, fetos mortos, homens morrendo,
mulheres viúvas e crianças chorando e embaixo escrito: a poeira branca
da Kinross causa câncer e várias outras doenças?

4 - Procure seu político preferido. Peça a ele para fazer uma campanha
anti-fumo em Paracatu, com direito à elaboração e votação da "Lei do
Ar". Reze para que não tenha o mesmo desfecho da "Lei das Águas", que
virou fumaça. Fumaça da KGC.

4 - Procure o Promotor de Justiça. Peça a ele para "meter fumo" na KGC.

5 - Não necessariamente nessa ordem.

Referências:

[1] Inorganic Arsenic. May, 1990. California Air Resources Board and
Department of Health Services.
[2] http://alertaparacatu.blogspot.com/2009/07/arsenio-na-poeira-de-paracatu-dados.html

imagem: jobfun.wordpress.com