quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Arsênio na água não está pra peixe

Arsênio na água não está pra peixe

Por Sergio U. Dani

Em um estudo conduzido por cientistas norte-americanos [1], a
exposição a níveis de arsênio na água considerados seguros (2-10 ppB)
resultou em um aumento de mais de 50 vezes a quantidade de vírus em
embriões de peixes. O aumento na quantidade de bactérias foi de pelo
menos 17 vezes. O estudo indica que a exposição ao arsênio, mesmo em
concentrações consideradas seguras, suprime a função imunológica inata
e diminui a resistência às infecções.

[1] Nayak, A. S., Lage, C. R., Kim, C. H. Effects of low
concentrations of arsenic on the innate immune system of the zebrafish
(Danio rerio). Toxicol. Sci. 98(1):118-24 (2007).

--
Sergio Ulhoa Dani
Tel. 00(XX)49 15-226-453-423
srgdani@gmail.com