quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Arsênio alto na água, 70 anos após fechamento da mina



Arsênio alto na água, 70 anos após fechamento da mina

Por Sergio U. Dani

Cientistas franceses [1] mostram que o arsênio de uma antiga mina está
contaminando peixes no rio Bravona e seu tributário, o rio Presa, na
França, 70 anos após o encerramento das atividades da mineração. Os
resultados desse estudo indicaram uma forte contaminação de arsênio
nos peixes pescados muitos quilômetros abaixo do local da mina. Houve
uma forte correlação entre o arsênio presente na água e o arsênio
encontrado em vários tecidos do corpo dos peixes. A bioacumulação
aconteceu preferencialmente nas guelras, no opérculo e no fígado. Os
níveis de arsênio nos tecidos seguem um gradiente de poluição.

[1] Culioli JL, Calendini S, Mori C, Orsini A.. Arsenic accumulation
in a freshwater fish living in a contaminated river of Corsica,
France. Ecotoxicol Environ Saf. 72(5):1440-5 (2009).

--
Sergio Ulhoa Dani
Tel. 00(XX)49 15-226-453-423
srgdani@gmail.com