segunda-feira, 30 de julho de 2012

Povoado mexicano declara guerra ao homem mais rico do mundo

Um povoado rural do centro do México declarou guerra ao homem mais rico do mundo, o magnata mexicano Carlos Slim. A causa é impedir que Slim explore, através de sua mineradora, algumas jazidas de ouro e prata na região, o que pode levar a riscos ambientais.

As jazidas estão localizadas na montanha La Espejera, em Tetela de Ocampo, no Estado de Puebla, onde a mineradora Frisco, de propriedade de Slim, obteve uma concessão para explorar jazidas minerais por 50 anos.

"Estamos declarando guerra, mas se Slim quiser nos escutar, tentaremos convencê-lo a não destruir a montanha e nem matar nossa comunidade", disse o presidente da organização civil Tetela Para o Futuro, Germán Romero.
,,,,,,,,
"Não nos importamos com o ouro, queremos apenas água e viver em paz", declarou Héctor Lázaro.