sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Defender o que nos pertence pela própria natureza

Defender o que nos pertence pela própria natureza

No iluminismo desenvolveu-se a idéia da liberdade como direito natural do indivíduo, lançando assim as bases da tradição liberal, em oposição à tradição democrática grega dos direitos coletivos ou da "polis". O dever do Estado liberal passa a ser a proteção do direito nautral à liberdade que o indivíduo tinha antes de pertencer a uma comunidade. O Estado deve garantir esse direito mesmo depois que o indivíduo sai do estado natural para passar a fazer parte da comunidade. O principal propósito de formar uma comunidade passa a ser o de proteger a propriedade, aquilo que nos pertence pela própria natureza, sejam bens materiais, como a terra e a vida, sejam os bens imateriais, espirituais ou culturais, como a identidade, a liberdade, os valores, conhecimentos e tradições.

--
Sergio Ulhoa Dani, Dr.med., D.Sc. habil.
Göttingen, Germany
Tel. 00(XX)49 15-226-453-423
srgdani@gmail.com