segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Kinross Gold Corporation mente e ilude, afirmam advogados norte-americanos.

Kinross Gold Corporation mente e ilude, afirmam advogados norte-americanos.

Por Sergio U. Dani, de Heidelberg, em 18 de Fevereiro de 2012.

O advogado norte-americano Willie Briscoe, conhecido membro da
Comissao de Seguridade dos Estados Unidos e os advogados da firma
Powers Taylor anunciaram ontem que estao investigando denúncias legais
contra diretores da Kinross Gold Corporation ("Kinross Gold" ou
"KGC"). Os motivos sao relatórios fraudulentos da diretoria da
empresa.



Mentiras e fraudes fazem parte do “estilo Kinross”. Em dezembro de
2008, relatório independente implicou o presidente da empresa, Tye
Burt, ex-funcionário do Deutsche Bank, em atos de terrorismo, lavagem
de dinheiro e de ouro e operações financeiras fraudulentas. Em 2009, a
Kinross contratou Wilson Brumer, ex-secretário do Estado de Minas
Gerais conhecido por sua atuacao fraudulenta no caso da privatizacao
da Companhia Vale do Rio Doce, má-gestao frente à Acesita e
promiscuidade com os interesses privados durante seus anos de gestor
público.

A Kinross controla diversas minas de ouro e governos corruptos no
mundo, usando a tática dos “pagamentos facilitadores”: a empresa
destina pagamentos a certos membros da administracao pública e
governos dos países onde ela atua visando "facilitar seus negócios".

No Brasil, a empresa é acusada de fraude e ocultacao de informacoes
sobre o impacto de suas atividades à saúde pública na cidade de
Paracatu, regiao noroeste de Minas Gerais. Uma Acao Civil Pública que
cobra a prestacao de contas sobre os efeitos à saúde pública dos
venenos liberados pela empresa em Paracatu encontra-se paralisada –
fruto de um “acordo” com o Ministério Público de Minas Gerais. O
“acordo”, que prevê pagamentos para o Ministério Público foi
denunciado formalmente junto à ONU, em Genebra.

Saiba mais:

Briscoe Law Firm, PLLC é uma firma de advocacia com mais de 20 anos de
experiência em direito comercial e público, em matérias complexas de
litigacao e transacao.

Powers Taylor LLP é um escritório de advocacia que lida com uma
variedade de litígios, incluindo fraude de investidores e acionistas,
opressao de acionistas e acoes de classe de seguridade.

Kinross Gold Corporation é uma transnacional baseada no Canadá, com
ações negociadas em Toronto (TSX: K) e New York (NYSE: KGC). O Governo
do Canadá, através da EDC, financia operacoes da Kinross no mundo,
usando dinheiro público.

Fontes:
http://finance.yahoo.com/news/Kinross-Gold-Shareholder-prnews-3718251856.html?x=0
http://alertaparacatu.blogspot.com/2009/06/relatorio-independente-implica.html